Competências de um atleta parte 1: Técnica

294064_119694331471667_524934404_n
Crédito foto: Reprodução/Facebook oficial Glaube Feitosa

Em minha matéria para o site Esportudo, contei um pouco sobre quais são as competências necessárias para ser um atleta profissional. O atleta precisa ter domínio da técnica específica de sua modalidade, ou seja, dominar os fundamentos de seu esporte. Deve conhecer as táticas que o levam a alcançar seu objetivo durante a competição, além de possuir as valências físicas específicas exigidas para o esporte.

LEIA TAMBÉM:

AUMENTE SUA CONCENTRAÇÃO E TENHA MELHORES RESULTADOS

A quarta competência é a psicológica, que lida com o comportamento do atleta.

Nesta primeira parte será discutida a competência técnica.

A técnica é um conjunto de procedimentos que tem como objetivo atingir um determinado resultado. No caso dos esportes de combate, dependendo da modalidade, o objetivo é o nocaute. Para que ele ocorra, é necessária a aplicação de técnicas que façam com que este objetivo seja alcançado mais facilmente.

Ao mesmo tempo que o atleta se preocupa em nocautear o adversário, seu oponente também busca fazê-lo. Portanto, para que ser um lutador não basta atacar bem. É necessário desenvolver técnicas de defesa, para que a ação e o dano causado pelo oponente sejam minimizados.

Esta competência é desenvolvida pelo próprio praticante, baseado nos aprendizados que obtém em sua iniciação no esporte, que são somados às suas experiências pessoais. Daí o fato de termos atletas na mesma modalidade com técnicas tão diferentes. As competências física, tática e psicológica irão interferir na formação da competência técnica. Um exemplo disso é Mike Tyson, que segundo especialistas, não tinha uma técnica muito refinada, mas suas qualidades físicas e sua precisão faziam com que sua técnica fosse efetiva.

A criatividade é um fator importante para o desenvolvimento desta competência, pois existem muitas formas de se conseguir o mesmo objetivo, sendo necessária a exploração das alternativas que não sejam contra as regras da modalidade. A partir de que se tem o domínio total dos fundamentos, novas formas de aplicação dos mesmos podem e devem ser exploradas. Como consequência, não só o atleta, mas o esporte como um todo evolui.

5 comentários sobre “Competências de um atleta parte 1: Técnica

  1. Pingback: ENCONTRANDO MOTIVAÇÃO – Blog do Ewerton Teixeira

  2. Pingback: Competências de um atleta parte 2: Tática – Blog do Ewerton Teixeira

  3. Pingback: Atuação da Nutrição nas Lutas – Blog do Ewerton Teixeira

  4. Pingback: Competências de um atleta parte 3 : Física – Blog do Ewerton Teixeira

  5. Pingback: Competências de um atleta parte 4: Psicológica – Blog do Ewerton Teixeira

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s